Pomadas para assaduras: descubra qual é a melhor para o seu bebê

Pomadas para assaduras: descubra qual é a melhor para o seu bebê

Todos os produtos testados foram eficientes na prevenção de irritações. Mas faça a sua parte, limpando o bebê e trocando a fralda várias vezes ao dia.28 outubro 2013 |

Leia também: Hipoglós reclamações

As assaduras são comuns nos primeiros meses de vida de crianças que usam fraldas, mas podem ser amenizadas com a higiene correta e a aplicação de cremes preventivos. Por isso, a PROTESTE testou as principais marcas de pomadas para assaduras para descobrir qual é a melhor para seu bebê.

Durante o teste confirmamos que as pomadas para assaduras protegem a pele de seu bebê contra irritações. Com exceção de duas marcas, todos os produtos possuem substâncias seguras e estão de acordo a legislação.

Composição do Granado não segue legislação

As pomadas para assaduras são compostas, em geral, por agentes protetores da pele, emolientes e hidratantes e devem possuir fórmulas simples. Como são destinados a bebês, que têm pele bastante sensível, devem ter composição o menos irritante possível e de acordo com a legislação brasileira para cosméticos.

As marcas Granado e Turma da Mônica foram eliminadas na análise de composição e não chegaram a ser submetidas às demais análises.

O creme Granado possui uma substância que não pode ser usada em cosméticos, mas apenas em medicamentos. Já o Turma da Mônica informa em seu rótulo conter um conservante que pode causar alergias (por isso, não recomendados o seu uso).

Todos os cremes possuem rótulos bem claros, com as informações importantes ao consumidor e exigidas para cosméticos, como lote, prazo de validade e composição. Sempre que for comprar um produto desse tipo, não deixe de verificar essas informações e não se iluda com embalagens e aromas atraentes.

Ao testarmos os cremes para assaduras, percebemos que a opinião das mães que aplicaram os cremes em seus bebês variou, embora todos tenham sido bem avaliados. As marcas Mustela, Bepantol e Dermodex foram as preferidas, por sua ação hidratante e facilidade de aplicação.

A avaliação de eficácia permitiu medir o efeito preventivo de cada creme: quanto maior a irritação que a urina artificial causou na pele do voluntário, menos proteção ele oferece. Em geral, todos se saíram bem. Já Bepantol e Babyglós foram considerados muito bons.

Hipoglós Pomada não é cosmético, mas sim medicamento

A marca Hipoglós, bastante tradicional no uso contra assaduras, possui duas versões: Hipoglós pomada e creme cosmético Hipoglós Amêndoas, avaliada neste teste. O Hipoglós pomada não foi testado juntamente com os outros cremes por ter características diferentes.

A principal é que possui colecalciferol (vitamina D3), uma substância que só pode ser usada em medicamentos. A versão amêndoas do Hipoglós foi bem avaliada, pelo grupo de mães que aplicou o produto na pele de seus bebês.

Resultados do teste
Após a avaliação de cremes para assaduras realizada pela PROTESTE o Bepantol Baby foi eleito o melhor. O produto foi considerado mais fácil de aplicar e muito eficaz na prevenção de assaduras e por ter uma boa ação hidratante.

O Babyglós ficou com o título de escolha certa, porque se mostrou eficaz contra irritações e apresentou bom custo benefício.

20 Maneiras rápidas de aliviar dores de estômago e cólicas

20 Maneiras rápidas de aliviar dores de estômago e cólicas

Você sentiu borboletas no seu estômago, aquele friozinho na barriga, no primeiro encontro com a pessoa que ama? Ou talvez o tenha sentido pesado depois de jantar? Esses sintomas podem ser sinais de ansiedade ou mesmo Síndrome do Intestino Irritável.

Nós do Incrível.club, decidimos pesquisar profundamente o assunto e escolher as melhores maneiras de ajudá-lo a superar a dor com rapidez e facilidade. O que você tem de fazer é encontrar o tipo de dor que o está afetando, para poder identificar as possíveis soluções. Mas não esqueça, as dicas são apenas paliativas; se você tem dores frequentes, procure um médico de sua confiança para uma consulta. As dicas não substituem as consultas e tratamentos prescritos pelo médico.

Dores de estômago causadas por ansiedade

O stress é uma das principais causas de quase todas as doenças ou fraquezas físicas. Ele age como um fator de pressão psicológica, atacando nosso sistema imunológico e causando outras doenças. Também pode levar a ataques de pânico, que frequentemente repercutem em diferentes tipos de dores de estômago.

Se por algum motivo você apresentar ansiedade ou sentir dores de estômago, tente seguir estes passos para aliviar o stress:

1. Respire profundamente e tente se concentrar completamente em sua respiração. Preste atenção em como inspira e expira; não pense em mais nada, apenas imagine o processo de respirar em seu corpo. Isso ajudará você a dispersar sua mente de seus problemas por um tempo. Melhor ainda se puder sair, respirar um pouco de ar fresco, fechar os olhos e relaxar em um lugar calmo.

2. Prepare um chá de ervas, desfrute do seu aroma e do seu sabor agradável. Camomila, gengibre ou hortelã são alguns dos melhores relaxantes e que também combatem bactérias. Combine-os com técnicas de respiração para tirar o máximo proveito deles.

3. Medite, mesmo que nunca tenha feito isso antes. A meditação pode parecer algo muito complexo ou até estranho, mas, na realidade, ao concentrar toda a sua energia e pensamentos em um único ponto, você reduzirá notavelmente os níveis de stress.

4. Exercite-se. Alongar e tensionar os músculos ajuda a dispersar qualquer acúmulo de energia, o que não deixará espaço para ansiedade ou ataques de pânico.

5. Converse com um amigo. Quando você compartilha seus problemas e preocupações e os analisa com aqueles em quem confia, pode descobrir muitas soluções que talvez não veja por si mesmo. Dessa forma, você pode se livrar do problema para sempre. Apenas tente não sobrecarregar seu amigo com negatividade. A melhor ideia é discutir como superar esses problemas e, em seguida, compartilhar tempo de qualidade com seu amigo, fazendo algo divertido para ambos. Caso contrário, ele se sentirá usado.

Acúmulo de gases ou cólicas causadas pela síndrome

As cólicas decorrentes do acúmulo de gases ou Síndrome do Intestino Irritável podem aparecer de repente e se tornar bastante fortes. Muitas vezes, são o resultado de hábitos alimentares pouco saudáveis, como consumir alimentos gordurosos ou misturar coisas que não devem ser consumidas juntas. Felizmente, existem maneiras de aliviar essa dor.

A primeira coisa que você deve fazer é ir ao banheiro. É simples e vai fazer você se sentir melhor e liberar o acúmulo de gases no sistema digestivo.
Depois de tentar este primeiro passo, pode-se tentar alguns remédios caseiros, como infusões de ervas. Um chá de hortelã e gengibre é uma excelente opção nesses casos. Tome uma xícara de chá fresco para eliminar o excesso de gases e sentirá um pouco de alívio. Isso também deve relaxar todo o seu sistema digestivo.
A erva-doce é muito eficaz quando se trata de dores causadas pela síndrome ou gases incontroláveis. Pegue uma colher de chá de sementes de funcho, lave-as com água fria e mastigue-as. Não é necessário engolir as sementes, apenas provar o sabor do seu suco. Após 5 ou 10 minutos, lave a boca e beba água para passar o sabor.

Leia também: Atroveran funciona

4. Tente um pouco de calor, apenas tome cuidado para não se queimar! É uma boa ideia colocar panos com uma bolsa térmica sobre o estômago, assim você relaxará completamente os músculos. Se sentir que pode liberar gás, não o evite. Mas, claro, não o faça na frente de outras pessoas…

5. Se nada disso ajudar e você tem sofrido esse tipo de desconforto por algum tempo, consulte o seu médico. Como mencionado anteriormente, essas dores podem ser causadas por uma nutrição inadequada, mas também há algumas doenças e distúrbios abdominais que podem ser a razão para tais problemas.

Dores menstruais

Muitas mulheres experimentam dores severas durante o período menstrual. Não se preocupe, é normal ter esse tipo de desconforto, principalmente nos 2 primeiros dias. Aqui vamos mostrar 5 dicas caseiras para aliviar essa dor. Mas se as cólicas durarem muito tempo ou forem insuportavelmente fortes, é melhor consultar um especialista.

Praticar ioga. Existem três asanas (posturas corporais) eficazes que são recomendadas para cólicas menstruais: cobra, gato e peixe. Experimente-as e não esqueça de ser gentil consigo mesma. Além disso, você pode procurar tutoriais na internet para ajudá-la a se orientar, ou até mesmo fazer algumas aulas de ioga para se familiarizar com o assunto.
Massageie-se suavemente. Existem alguns pontos de acupressão para esse tipo de dor. Há 2 pontos abaixo do seu umbigo: um deles localizado exatamente 2 dedos abaixo do umbigo e outros 4 dedos abaixo do umbigo. Há também um ponto localizado 4 dedos acima do osso do tornozelo em ambas as pernas.

3. Coloque uma bolsa térmica em seu abdômen, encolha-se e, se possível, tire uma soneca. A revista Evidence-Based Nursing (Enfermagem Baseada em Evidências) publicou um estudo que mostra que o calor pode ser tão eficaz quanto o ibuprofeno para cólicas.

4. Álcool, tabaco e cafeína não são bons aliados durante o seu período. Tente reduzir sua ingestão para evitar que a dor piore.

5. Tome alguns anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), se nenhum dos itens acima ajudar. Existem medicamentos criados especialmente para cólicas menstruais que podem ser comprados sem receita médica.

Dor causada por acidez estomacal

Essa dor é muito incômoda e desagradável, mas tem solução. Se você comeu demais ou consumiu muitos alimentos condimentados e gordurosos, essa pode ser a principal causa da dor produzida pela acidez estomacal.

Existem alguns medicamentos sem receita médica que podem ajudar nesse tipo de caso. Os antiácidos regulam os ácidos no seu estômago, enquanto os medicamentos IBP (inibidores da bomba de prótons — como o omeprazol, lanzoprazol, pantoprazol e outros) e os anti-histamínicos H2 (como a ranitidina) reduzem a quantidade de ácido produzido no estômago.
Se você não tem nenhum desses medicamentos à mão e precisa de alguns remédios naturais, experimente o vinagre de maçã. Ele reduz o pH e diminui a dor. Misture 2 colheres de chá de vinagre com ¼ xícara de água filtrada e beba essa mistura. Se necessário, tome a mistura novamente em 5 minutos.
Em uma situação extrema de azia, você também pode usar bicarbonato de sódio. Misture meia colher de chá do produto com ¼ xícara de água à temperatura ambiente. Isso deve proporcionar alívio em cerca de 10 minutos. Se não acontecer, repita a mistura até se sentir um pouco melhor.
Mude seus hábitos alimentares para evitar futuras dores causadas pela acidez estomacal. Na medida do possível, tente evitar alimentos picantes e gordurosos, alho, álcool e refrigerantes. Também procure identificar quais alimentos lhe causam acidez.
Como mostra uma pesquisa da Clínica Mayo (um dos maiores grupos clínicos dos EUA), a camomila também pode ser bastante efetiva no tratamento contra a acidez estomacal. Prepare um pouco de chá e tome-o em pequenas porções. É muito melhor que você beba chá em vez de outros tipos de bebidas quentes.
Cuide bem do seu corpo e nunca ignore os sinais que ele dá. Se está sentindo dores intensas, que perduram por horas, o ideal é procurar um médico ou o serviço de emergência mais próximo.

Bolsa para água quente é alternativa para o alívio de cólicas menstruais

Bolsa para água quente é alternativa para o alívio de cólicas menstruais

Conhecer o ciclo menstrual também pode ser uma forma de escapar dos sintomas indesejados do período

Foto: Divulgação/Mercur

Você já observou quantos dias tem seu ciclo menstrual? Consegue perceber que seu corpo reage de maneira diferente em cada fase? Sabia que é possível amenizar os sintomas que chegam junto com o período menstrual de forma natural e saudável?

Leia também: Cólica menstrual

Segundo a antropóloga Naila Andrade, os processos que ocorrem no ciclo menstrual são regidos por uma orquestra perfeita e sincrônica de hormônios. Ela explica que cada mulher apresenta padrões cíclicos de sensações ao longo de seu ciclo menstrual. “De repente você nota uma espinha, inchaço, dor de cabeça, que sempre aparece, mas não se dá conta exatamente quando é. Ou as questões mais sutis, como sentir-se mais intuitiva, amorosa, disponível para as pessoas em certos momentos”, explica.

Por isso é muito importante para cada mulher conhecer seu ciclo menstrual, seu corpo, sua fertilidade e apropriar-se do conhecimento necessário para manter a saúde com autonomia e liberdade. A cólica menstrual, por exemplo, acontece porque o endométrio – tecido que reveste o útero preparando-o para uma possível gestação – aumenta de espessura e quando a fecundação não ocorre, é expelido na forma de sangramento, a menstruação, causando contrações.

Sintomas físicos e emocionais
Para aliviar sintomas físicos que podem ocorrer no período menstrual, como a dor de cabeça, é aconselhável beber bastante água, além de praticar atividades físicas leves. Para a cólica, uma solução alternativa aos remédios para a dor, pode ser a bolsa para água quente. Segundo o fisioterapeuta da Mercur, Regis Severo, o calor proporcionado pela bolsa auxilia no relaxamento dos músculos abdominais, que normalmente apresentam-se tensos devido à contração constante, os chamados espasmos.

Foto: Divulgação/Mercur

Ele explica que o calor não altera o fluxo menstrual como se pensa, tampouco tem efeito direto sobre o útero, uma vez que atinge apenas músculos superficiais. “Por conta da postura mais encolhida que as mulheres adotam instintivamente para se proteger da dor, os músculos acabam permanecendo contraídos e tensos, o que gera mais dor, caracterizando um ciclo de DOR – ESPASMO – DOR. O que o calor promove é a quebra desse ciclo, a partir do relaxamento muscular, amenizando a dor abdominal”, esclarece Severo.

Autoconhecimento para buscar alternativas saudáveis
Do ponto de vista biológico, o ciclo menstrual é dividido em dois momentos: fase folicular e fase lútea. A menstruação dá início à fase folicular; já a ovulação é a fase lútea. Naíla, que é uma das autoras da Mandala Lunar, um diário/agenda para anotações dos ciclos femininos em sintonia aos ciclos da Lua e da natureza, explica na publicação que na escola, quando se estuda o ciclo menstrual, geralmente se aprende sobre esse processo de forma muito rápida e de um ponto de vista externo.

Aprofundando, é possível compreender que os hormônios dos ovários, estrogênio e progesterona, são responsáveis por muito do que reverbera no corpo e nas emoções durante o ciclo. Na fase folicular, ainda no período menstrual, há pouco estrogênio e progesterona no corpo e é comum sentir cansaço e fadiga. Já na fase lútea, é comum sentir as emoções com mais intensidade, cansaço, inchaço, aumento de apetite, dor nos seios, acne e diminuição da libido causadas pela ação da progesterona.

Foto: Ieve Holthausen/Divulgação

“Não se ensina às meninas como ler nossos corpos e as mudanças sutis que ocorrem durante nosso ciclo. É preciso paciência para esperar nosso organismo encontrar seu próprio equilíbrio, ajudando-o através de uma alimentação saudável, exercícios físicos, exposição à luz da Lua e do Sol, assim como outras terapias como acupuntura e o uso das plantas medicinais”, afirma a antropóloga.

Pet com olho irritado? Ele pode estar com terçol canino

Pet com olho irritado? Ele pode estar com terçol canino

Comparado a outras doenças, o terçol é uma infecção ocular leve e fácil de ser tratada; conheça mais
É comum os donos se perguntarem se os animais podem desenvolver terçol. E sim, eles podem. Esse problema que é tão comum entre os humanos também incomoda os pets, independente da raça, tamanho, idade ou gênero. Por isso, é importante saber identificar o terçol canino para conseguir tratá-lo da maneira correta.

Leia também: Será que seu cão pode ter atrofia progressiva da retina?

Num geral, o terçol canino é um problema simples de lidar. Porém, se esta condição vier acompanhada de outros sinais que indiquem a presença de uma inflamação na margem da pálpebra, chamada de blefarite, pode ser considerada bem perigosa. É preciso evitar a todo custo essa doença.

A primeira atitude dos donos é identificar o problema para buscar tratamento adequado. Se o quadro for simples, o próprio tutor pode cuidar com itens caseiros. Mas, quando o terçol é provocado pela blefarite ou uma consequência dessa inflamação, o animal deve ser encaminhado rapidamente ao veterinário.

Como o terçol canino aparece?

reprodução shutterstock
O terçol canino também é uma condição que atinge os animais de estimação
O terçol, para quem não conhece, se caracteriza por uma irritação e vermelhidão nos olhos, acompanhado de inchaço nas pálpebras. Como resultado, geralmente se forma uma protuberância na base da pálpebra, conhecido como terçol.

Esse problema é consequência de uma infecção causada, principalmente, por bactérias do gênero Staphilococcus. Na maioria das vezes, esses invasores são leves e não causam mais problemas a saúde.

Por mais que seja uma condição leve comparada a outras doenças, o terçol também merece atenção. O olho é uma das partes mais sensíveis do corpo e está constantemente exposto ao ambiente externo, favorecendo o contato com diferentes microrganismos. A cidade, um ambiente sujo e poluído, é perfeito para proliferação de bactérias.

Dessa forma, os cachorros estão sempre sujeitos a contraírem doenças oculares . Os tutores precisam ficar alerta com os olhos e ter redobradar a atenção se deseja evitar problemas de saúde.

Leia também: Úlcera de córnea em cães e gatos: O que é e como tratar?
Sintomas do terçol

reprodução shutterstock
O sinal mais evidente é a protuberância rosada que se forma na base das pálpebras
O sinal mais evidente é a protuberância rosada que se forma na base das pálpebras. É possível identificar também o inchaço da zona ocular e a vermelhidão na área branca do olho. O terçol é bastante evidente ao olho nu. Frequentemente vem acompanhado também de dor, mal-estar e irritação. Os cães costumam ficar inquietos e tentar coçar os olhos com frequência.

Fique atento se ver seu cão coçando a região, porque isso é mais perigoso do que o terçol em sim. O ato de coçar pode provocar feridas e expandir a infecção para outros tecidos do corpo. Em situação mais grave, podem aparecer úlceras nos olhos e ocorrer a proliferação de bactérias para outros órgãos.

Quando se trata da blefarite, há outros sintomas que acompanham a condição. Os mais comuns são perda de pigmentação da região dos olhos, escoriações, presença de secreção mucosa ou de pus ao redor dessa área, visão turva, inflamação na córnea, entre outros. Por ser um problema mais grave, entre em contato com o veterinário assim que notar esses sintomas.

Tratando a condição

reprodução shutterstock
O uso do colar elisabetano é recomendado para evitar escoriações no olho
A melhor forma de tratar o terçol é combatendo as bactérias que o originaram. Por isso, é provável que o médico receite antibióticos ao animal. Normalmente é preferido pomadas a remédios, pois são mais fáceis de aplicar na zona afetada.

Por se tratar de uma infecção leve, às vezes nem antibióticos são utilizados. Na maioria das vezes, tratamentos caseiros costumam diminuir o inchaço a vermelhidão, enquanto o próprio organismo combate as bactérias invasoras. O veterinário pode apenas recomendar o uso do colar elisabetano durante a cura para evitar escoriações feitas pelo próprio cachorro.

Leia também: o que é Terçol

No entanto, nem sempre o corpo consegue combate a infecção sozinho, como nos casos de animais imunodeprimidos e com blefarite. Nessa situação é melhor evitar os tratamentos caseiros e seguir as recomendações médicas. O profissional saberá receitar o medicamento mais adequado.

Leia também: A conjuntivite canina pode levar à cegueira e é importante tratá-la

Métodos caseiros para lidar com o terçol

reprodução shutterstock
Manter a limpeza dos olhos é fundamental para prevenir e combater a proliferação de bactérias.
Manter a limpeza dos olhos é fundamental para prevenir e combater a proliferação de bactérias. É recomendado limpar a região afetada com gazes molhadas em soro fisiológico ou água boricada de 3 a 4 vezes ao dia.

Para ajudar no alívio da dor, mal-estar e acalmar a região, aplique compressas ou gazes embebidas em camomila. Deixe no olho do animal de 10 a 15 minutos. Não repita esse processo mais de 3 vezes ao dia.

Combine isso com compressas de gelo para desinchar e acalmar a irritação. Mantenha de 5 a 10 minutos e faça de 2 a 3 vezes ao dia. Isso pode melhorar bastante o sono do cachorro, pois o terçol incomoda o fechar dos olhos. Por isso, não deixe de realizar as compressas.

Se não quiser utilizar camomila, pode trocar por sementes de coentro e cúrcuma. No caso das sementes de coentro, misture em uma panela com um pouco de água e ferva. Quando estiver pronto, aplique no olho de 3 a 4 vezes com a ajuda de um pano. Já a cúrcuma, basta dissolvem duas colheres de sopa da planta em uma xícara de água fervendo. Aplique na região utilizando uma gaze.

Outras formas de combater a infecção

reprodução shutterstock
A melhor forma de combater o terçol canino é com método caseiros e acompanhamento médico
A limpeza deve ser estendida para todo o ambiente que o animal vive. Limpe bem a área, principalmente os recipientes de água e comida. Não utiliza produtos químicos corrosivos ou com cheiro forte, prefira os neutros.

Evite manipular o terçol com as mãos sujas, pois piora a zona afetada. Por isso, lave bem as mãos antes de tratar o problema do bichinho. Além disso, não dispense o uso do colar elisabetano para impedir que o pet coce e infecte mais a região. Jamais estoure ou rompa a protuberância, já que provoca a proliferação de bactérias no globo ocular ou na corrente sanguínea.

Leia também: Aprenda a limpar e cuidar da remela nos olhos do cachorro

Por último, o fortalecimento do sistema imunológico ajudará muito no combate do terçol canin o. Ofereça uma alimentação balanceada, bastante água fresca, visite regularmente o veterinário e mantenha o calendário de vacinação em dia.

Depoimento Sincero Super CHÁ Da Vida

Super CHÁ Da Vida Funciona? Depoimento Sincero Super CHÁ Da Vida ALERTA!!

Chá da Vida é um extrato concentrado de plantas selecionadas e de excelentes qualidades, traz diversos benefícios ao organismo, mostrou-se muito eficiente ao diabético por ajudar a tratar pâncreas e contribuir no aumento da produção natural de insulina. Chá é composto por seis ingredientes de fontes naturais: Pata de Vaca ‘ é rica em substâncias alcaloides, e além de ajudar a reduzir açúcar no sangue, também ajuda a combater colesterol ruim. Pau Ferro ‘ é excelente para tratar e prevenir a anemia, melhora sistema cardiovascular e beneficia a digestã. Insulina Vegetal ‘ é uma planta medicinal altamente rica em flavonoides e canferol livre que ajudam a normalizar a glicemia no sangue. Cana do Brejo ‘ é anti-inflamatória, antilítica, antirreumática, antidiabética, calmante dos nervos e beneficia coraçã. Graviola ‘ é anti-inflamatória, controla a pressã arterial e diversas pesquisas afirmam que pode proteger contra câncer. Beringela ‘ é muito utilizada para emagrecer, e ajuda a saciar a fome, possui açã contra a diabetes e a pressã alta.

Reunimos em um único chá que há de mais moderno em pesquisas de diabetes natural e saúde. Você vai se surpreender com que Chá da Vida fará por você e pelo seu corpo. Super Chá da Vida é um complexo de plantas naturais e ervas que, juntas, garantem muitos benefícios à saúde.

Super Chá da Vida é um extrato concentrado 100% natural de plantas selecionadas, que possui inúmeras vitaminas e nutrientes para funcionamento adequado do nosso super chá da vida organismo. Esses nutrientes e vitaminas sã muito eficazes para a cura da diabetes, pelo aumento natural de insulina e tratamento que extrato faz no pâncreas.

Picolinato de Cromo – Diversos estudos clínicos já comprovaram que este mineral regula os níveis de glicose e melhora a ação da insulina. E, também, controla os níveis de colesterol no sangue. Tem uma função importante na reversão dos sintomas do diabetes.

Super Chá da Vida para diabetes – funciona como eliminador do açúcar e desintoxica pâncreas. Elementos como a insulina vegetal e a cana do brejo emprestam suas propriedades para isso. Os principais ingredientes do extrato são Pata de Vaca, Pau Ferro, Insulina Vegetal, Cana do Brejo, Graviola e Berinjela. A Pata de Vaca reduz a taxa de açúcar no sangue, os triglicerídeos, colesterol total e colesterol ruim.

Os ingredientes de sua fórmula são 100% naturais e selecionados na Floresta Amazônica Brasileira, tornando assim um produto cem por cento nacional. Muitas mulheres que antes eram frustradas, agora relatam uma grande melhora no desempenho sexual do seu parceiro.

Compartilhamento de experiências com a gente e se tornar uma parte da Comunidade Corpo Moderno! Eu adoraria ouvir a sua história! E a sua jornada pode ser a inspiração para alguém obter sucesso! Se você tiver qualquer duvida, entre em contato comigo e eu vou escrever um artigo sobre isso. mesmo vale para os produtos.

Insulina Vegetal – A alta quantidade de flavonóides e canferol normaliza a glicemia no sangue e faz com que seja muito mais fácil conseguir controlar a diabetes, sem precisar injetar insulina por meio de agulha. Poderá adquirir todos os benefícios desse poderoso Chá. Oportunidade maravilhosa de poder recuperar sua saúde, sem apelar para tratamentos dos remédios sintéticos.